Opinião de Josikwylkson Costa sobre a disciplina de História da Medicina.

“A história sempre me foi motivo de fascínio. O tempo, os homens, os feitos, tudo me deixa estupefato. Uma das maneiras que encontro para satisfazer tal sentimento é visitar lugares históricos e, ao pisar nos ditos cujos, olhar aos meus pés e, profundamente, pensar “Este local foi um antro da história”. Isso acontece não apenas com locais considerados como históricos, mas, na verdade, com qualquer local, como se eu fosse tendenciado a isso. Viajo em uma estrada e penso “Neste local, certamente, algum homem importante já passou”.
Vou até mais além e digo “No local onde estou sentado agora, escrevendo este texto, talvez, há milhões de anos, um animal pré-histórico já deve ter caminhado”. Não muito surpreendentemente, sinto-me de tal forma quanto à medicina: “No meu posto como estudante, já estiveram Carlos Chagas e Oswaldo Cruz. Já estiveram várias pessoas importantes, estudando tal como eu. Que privilégio.” A medicina é um terreno no qual sementes de grandes árvores eclodiram e, para que eu também ecloda, é necessário saber como as outras o fizeram.
Meu conhecimento em história da medicina é, neste momento, superficial, então, minhas expectativas é que, ao ampliá-lo, supra-se o a minha necessidade e o meu fascínio. Este meu artigo é expressão de um sentimento impetuoso em que eu não sabia onde expressar com minhas palavras, até que eu conhecesse este blog. Este sentimento é um dos principais fatores que contribuem para que eu realmente olhe a medicina com outros olhos; permite-me uma ampliação de olhar, vendo-a não apenas em um status de técnica, para a qual teria de aplicar e aprender o conhecimento estabelecido como um robô e de viver como um cão de Pavlov que anseia por notas, mas um homem amante de uma arte, para qual as expressões emergem do âmago do espírito, da vocação. Enxergar a medicina de tal modo me ajuda não apenas em sua compreensão, mas em sanar a minha ansiedade, pois o conhecimento torna-se mais agradável.
Portanto, minhas expectativas para a disciplina, até mesmo antes de ter assistido à primeira aula, foram as melhores; depois, fiquei ainda mais empolgado. Desejo que a História da Medicina me faça tão bem quanto o conhecimento histórico em geral me faz e que realmente me faça conhecer todo o contexto que o meu curso me constrói, lançando toda a riqueza que possui e mostrando que não é menos importante que outras disciplinas pertencentes ao componente curricular.”
Josikwylkson Costa, Terceiro período FCM-CG
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s